Conscientize-se

Loading...

terça-feira, 10 de março de 2009

Aluga-se um coração


Aluga-se um coração
Ele não possui amor muito menos compaixão
É um buraco negro onde ninguem sai nem entra
É estranho, mas acho que alguem aguenta

Aluga-se um coração para que o façam viver
Pois ainda não foi alimentado e nem sinal dele se vê
É frio como a neve, mas se alimentado queima como brasa
Pelo menos é o que a lenda reza

Aluga-se um coração:
O residente deve reconstruir e conservar o local
Pois o ultimo que alugou tudo destruiu
Nem juntou as partes que partiu.


Aluga-se um coração em pessimo estado
Mas com força de vontade mesmo divulgando a má qualidade do espaço, deve-se arrumar alguem, Pois sempre há alguem que goste de desafios, e reconstruir esse coração amigo, vai ser um sacrificio.




Falar com o proprietário aqui mesmo.





Davi Ferreira
10/03/2009

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Um animal de estimação


É assim que eu me sinto, em pleno carnaval, percebo q fui educado apenas para ser aquele padrão, o qual sinceramente não vejo gosto, não da vontade de viver ao ser padronizado, preciso quebrar regras, experimentar novos sabores, não este sabor insosso que é ser o certinho sempre, o sabor das coisas estão nas coisas erradas, não que atitudes erradas tenham sabores, mas de fato são elas que dão empolgação. É do instinto humano, não se pode negar que ao ver uma mulher linda nós à cobiçamos, não se pode negar que se olharmos para o cerebro mais brilhante da terra não iremos inveja-lo, isto é feio para as regras, mas prazeroso para o ser humano, mas pq? pq o proibido nos atrai? de fato não sei explicar, mas desejo assim como os outros um romance arriscado que burle leis e que cometa crimes para sobreviver e que me importo de não sair para pular, dançar e quem sabe até beber no carnaval, pq hoje me enxergo como um animal adestrado que fora feito apenas para ficar dentro de casa, pois todos me disseram que 'o mundo lá fora é muito perigoso', mas eu estou dentro do mundo, a probabilidade deve ser um pouco menor, mas existe mesmo assim, quero viver com sabor doce para sorrir e com sabor amargo para chorar, não quero ficar nessa de uma vida insípida. Mas pretendo mudar isto, quem sabe me tirem da jaula e me coloquem para passear e respirar um pouco de ar carbonico. :D

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Amor Fobia

Recentimente escutei uma musica a qual a letra perguntava: "Ta com medo de amar é?", isso tem me deixado entrigado, será que um idiota romantico aos 18 anos tem realmente medo de amar? Queria saber porque tenho amor quando escrevo, porem quando vejo qm desejo me bate um impacto, e um repudio, porém quando se vai, a saudade chega e a presença da ausencia me faz desejar. Seria uma Amor Fobia? É incerto demais para afirmar, o que sei é que não devo me preocupar e continuar repetindo milhares de vezes a mesma merda que é: 'eu tenho tal problema' ou 'eu sou isso'.Eu qro algo inedito, um romance nao como os manjados de cinema mais sim um que jamais fora visto no universo, é surreal de fato, mas o que custa desejar? Afinal pedir é a unica coisa que posso se eu desejo.
Aparecem pessoas interessantes, mas que não me dão firmeza de que é o ideal, e oq eh ideal afinal? A princesa dos sonhos ou a dançarina de mesa? Agora vivo como Thomas Edison a cada erro descubro q é um jeito de como não fazer o inedito acontecer, assim como ele fez com a lampada, tentou mais de 1000 vezes e percebeu 1000 jeitos de como não fazer uma lampada, ainda estou na primeira tentativa e de fato se ocorrer com meu coração as 1000 tentativas em relação ao amor, talvez ele não viva o suficiente, mas espero que a ideia se espalhe e q alguem o faça por mim.

Davi Ferreira


"A unica forma de multiplicar o amor é dividindo-o com alguem" (Autor desconhecido)

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

x = y ?


É uma metamorfose ambulante, algo incrivel, ja se imaginou na situação de querer amar e ter algo que complica? Pois é hoje eu vi isto literalmente, e parece que ocorre comigo.Quando estamos juntos me vem uma paz enorme, mais devido problemas emocionais q desde pequeno enfrento o medo de amar me traz panico e fico sem rumo, sem o que dizer e apenas com poucos gestos de afeto pra mostrar. Como disse Arnaldo Jarbor o amor é sim uma raposa, que engana a todos, mas é este meu medo, ser enganado, e por esse medo as coisas que eu realmente queria dizer se perdem antes de chegar =/
Espero que um dia elas sigam seu caminho correto e que chegue em minha lingua e saiam vuando pra o coração dela onde nenhum vento pode apagar.

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Me da um pedacinho seu!


Me da um pedacinho teu para eu suspirar pro resto da vida...
Me da um pedacinho teu para eu cuidar...
Me da um pedacinho teu para que minha vida tenha razão...
Me da um pedacinho teu para que com ele eu te faça por completa...
Me da um pedacinho teu para que todos os dias haja sol, mas se acontecer de chuver que esta chuva seja doce igual teus labios...
Me da um pedacinho teu e esqueça tudo que aconteceu..
Me da um pedacinho teu e tu não te arrependerás...
Me da um pedacinho teu pois ele vai ficar dentro do meu coração, fluindo na minha respiração e mexendo com a minha imaginação...
Me da um pedacinho teu hoje pois o amanha é incerto...
Me da um pedacinho teu e seu mundo será meu...


Sei que nem sempre consiguimos o que queremos, mas quando queremos algo de verdade sei que nem que seja por pouco tempo o temos ou não temos por completo, por isso eu venho te pedir, me da um pedacinho teu...